Viaje por aqui......  
 
   



BRASIL, Mulher, Música, Livros
border=0
 
   Arquivos

 
border=0
Outros sites

 Day
 Longhini
 Cavalaro
 NeilaStorti
 Simône
 Bracioli
 Marcela
 Isa
 Galvan
 Zé Marcos
 Manhani
 Luando
 Miss
 Frika
 Joyce
 Tamyris
 Duda
 Ester Leão
 Jean Fronho


Votação
Dê uma nota para meu blog



border=0
 


SURFANDO NA NET E ENTRANDO NO TUB

Entrar na internet e postar um vídeo daqueles bem caseiros. Ser o astro do próprio filme. Colocar trechos dos filmes que mais gosta.  Essas são as magias do youtube. Sem falar de algumas coisas que podem ser vistas nesse site, as quais estavam perdidas na memória de muitos que, antes do advento da “videomania”, não tinham a possibilidade de serem revisitadas a não ser pela imagem tão presente no túnel do tempo cerebral.

 

Falar de youtube é algo intrigante por vários motivos. Na Turquia, por exemplo, o site não pode ser acessado diretamente. O amigo intercambiario Serhat, quando está em seu país de origem, precisa acessar outros sites para ver os vídeos de maneira indireta. Aqui em sala de aula é comum vê-lo se divertindo ao assistir vídeos de coisas curiosas como o Guinness World Records.

 

Para uma reflexão sobre o assunto é indispensável à lembrança da criação do autor George Orwell, 1984. Se não são telepátas os vigias atuais, certamente as câmeras alheias fazem às vezes dos mesmos. A invasão de privacidade é o maior mal desse meio.

 

Para o jornalismo, as curiosidades do youtube podem não ser tão chamativas. Mas certamente será possível encontrar vídeos de casos noticiados em todas as partes mundo. Como exemplos o enforcamento de Saddam Husseim e os desastres na China.

 

O nome “canal”, dado a ferramenta que possibilita a criação de uma página própria para os vídeos, é uma alusão direta ao canal de televisão. E não está errado. Programação própria ao alcance de todos. Esse é o youtube.



Escrito por Nah às 20h00
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
border=0